Monumentos

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Há, também, o Monumento a Pedro o Grande (Petry Velikomu), junto a uma ilhota formada pelo rio Moskva e o canal Vodootvodnyi, próximo ao centro. Com 55 metros de altura, o monumento representa Pedro no comando de uma caravela com velas enfurnadas. Em sua base é reproduzido artificialmente o movimento de ondas do mar. Pela originalidade, o monumento atrai imediatamente a atenção dos visitantes, mas nem por isso é uma unanimidade entre os moscovitas, que o acusam de ser feio e homenagear um vulto histórico muito mais ligado a São Petersburgo que a Moscou. 

Entre os séculos XVII e XVIII, Pedro o Grande deu impulso à modernização da cidade, com a construção de edifícios e a implantação do sistema sanitário. Fundou São Petersburgo, a capital do império, em 1712, mais próxima das rotas de comércio ocidental. Entretanto, Moscou continuava a representar o "coração" da Rússia. Em 1812, forças comandadas por Napoleão invadiram o país e, após a sangrenta Batalha de Borodino, ocuparam Moscou. A população só concordou em deixar a cidade após queimá-la, destruindo-a quase por completo. Com a retirada de Napoleão, iniciaram-se os trabalhos de reconstrução de Moscou (1813).

A Colina Poklonnaya (construída em 1958) é o monumento mais significante construído em honra da vitória na Grande guerra Patriótica. Todo de granito, tem a seguinte inscrição: "aqui haverá um monumento à Vitória de pessoas soviéticas na Grande guerra Patriótica".

O Panorama do Museu "Batalha de Borodino" é dedicado ao episódio mais brilhante da guerra Patriótica de 1812 – a batalha entre exércitos russos e franceses perto da aldeia Borodino.

Modernos e arrojados prédios residenciais e comerciais têm sido construídos. Seus preços de mercado, no entanto, são muito elevados para a grande maioria da população, que permanece morando em prédios modestos e antigos, com apartamentos pequenos.

Mesmo ocidentalizando-se, mas não esquece sua história. Como se sabe, os nazistas invadiram a Rússia em 1941, destruíram dezenas de cidades e assassinaram milhões de russos. Seu avanço foi detido a poucos quilômetros de Moscou, graças aos rigores do inverno russo e à determinação do exército vermelho. O Memorial Poklonnaja Gora, inaugurado em 1995, homenageia os defensores da cidade durante aquele período difícil.

Poklonnaja Gora é dominado por uma coluna de granito com 122 metros de altura no centro de um parque com 135 hectares. Quase no topo da coluna, a deusa da vitória parece levitar com uma coroa de louros em suas mãos. O projeto de Z.K. Tsereteli foi inaugurado em 1995, para as comemorações da Grande Guerra Patriótica, como os russos referem-se à Segunda Guerra Mundial. Poklonnaja Gora está situado a sudoeste do centro, e é uma boa opção para quem gosta de caminhar por parques ou áreas abertas. Outra alternativa de área verde é o belo Parque Gorki, o maior parque da cidade, também situado na região sudoeste de Moscou.

0 comentários:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget

Visitantes (últimos 7 dias)

Visite Blog RotaCinema

  • England is Mine - *País*: Reino Unido *Ano*: 2017 *Gênero*: Biografia *Duração*: 94 min *Direção*: Mark Gill *Elenco*: Jack Lowden, Jessica Brown Findlay, Jodie Comer e Laur...
    Há 2 horas

Postagens populares

Tags

Moscovo, Moscou, São Petersburgo, Leningrado, Petrogrado, Terra dos Czares, Rússia para brasileiros, dicas de viagem para a Rússia, blog Simone, viagem independente, Simone Rodrigues Soares.

  © Blogger template On The Road by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP