Kremlin

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

No dia 24 de setembro, deixamos cedo o hotel rumo ao Kremlim, a poucas quadras do hotel. No caminho, belas construções históricas, o Teatro Bolshoi e uma feirinha de artesanato com muitas lembranças típicas – um bom lugar para comprar.
O Bolshoi (‘grande’ em russo) é o mais famoso teatro da Rússia, tendo sido inaugurado em 1825. São 2.500 lugares e 121 camarotes. Localizado na Teatralnaïa plochtchad (praça).

Ao lado, está o Teatro Maly, também outra bela edificação, com 1.000 lugares. 

Chegamos, então, ao coração da cidade – a Praça Vermelha (Krasnaya plochtchad). Esta imensa área pavimentada compreende as muralhas do Kremlin (espécie de triângulo murado, com 750 metros de extensão em cada um de seus lados), a Catedral de São Basílio, o Museu Histórico Nacional e o Shopping GUM (Glavny Universalny Magazin).

Em frente ao Kremlin (na entrada principal), está o Jardim Alexander, o primeiro parque público em Moscou, construído no início da década de 1820, durante o reinado de Alexandre II. É bastante florido e ornamentado com estátuas. Belo de ser ver.

Para entrar no Kremlin, passa-se por um detector de metais. As filas são grandes, então é aconselhável chegar cedo. O ingresso ao Kremlin custa RUB 100 ou € 2,30. É barato, pois dá acesso a quase todas as suas atrações (com exceção do Museu Histórico Nacional), podendo-se visitar todos os outros museus, as catedrais lá existentes e as torres. É uma verdadeira cidade. O Museu Histórico Nacional é uma belíssima construção do século XVII, situada logo na entrada principal.

A origem da Praça Vermelha data do século XV, quando Ivan III ordenou que fossem demolidos todos os prédios ao redor do Kremlin com a finalidade de criar uma área livre, destinada a funcionar como mercado. O nome da praça deve-se à palavra russa ‘Krasnaya’, que originalmente significava bonita, por estar situada frente à catedral de São Basílio. Além de bonita, significa também vermelho. Este prédio religioso, com suas nove torres multicoloridas, tornou-se o principal ícone turístico e arquitetônico de Moscou.

Durante séculos o Kremlin tem sido testemunha de eventos históricos e dramáticos da história da Rússia. Este imenso complexo, cuja construção foi iniciada em 1147, forma o núcleo mais antigo de Moscou. Na prática, trata-se de uma fortaleza cercada por altas muralhas, intercaladas por 20 torres, das quais a principal é a Torre do Salvador (ou Torre Spasskaya). Em seu interior estão situados prédios administrativos, repartições governamentais, guarnições militares, palácios, museus, residências, igrejas, monumentos e jardins. Somente alguns trechos são abertos à visitação pública, enquanto outros são reservados ao governo.
O Kremlin abrigou a sede do governo até a transferência da capital para São Petersburgo. Depois da revolução bolchevique, em 1917, voltou a ser o endereço mais importante da Rússia. 

0 comentários:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget

Visitantes (últimos 7 dias)

Visite Blog RotaCinema

  • O Último Rosto (The Last Face) - *País*: EUA *Ano*: 2016 *Gênero*: Drama *Duração*: min *Direção*: Sean Penn *Elenco*: Charlize Theron, Javier Bardem, Adèle Exarchopoulos e Jared Harris. ...
    Há 6 dias

Postagens populares

Tags

Moscovo, Moscou, São Petersburgo, Leningrado, Petrogrado, Terra dos Czares, Rússia para brasileiros, dicas de viagem para a Rússia, blog Simone, viagem independente, Simone Rodrigues Soares.

  © Blogger template On The Road by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP